domingo, 18 de janeiro de 2009

Instante de Realidade




[Eu, que nasci da palavra surda,
E sem espelhos,
Estou de pé sobre a montanha entre dois tempos
E caminho.]


Misto de expectativas e memórias
Assim se define o nada que sou
A consciência é fruto do presente
Estacionado à linha divisória.


Estou no nada, e o nada em mim é tudo
Não posso acreditar senão no agora
Sou feito tão-somente de um momento
Quer aproveite-o, quer o deite fora.


Onde estou é zênite, cimo, e vórtice
E pouco importa a direção a tomar
Um lado é sempre o escuro do que houve
O outro é a escuridão do que haverá.




19 comentários :

Mari Amorim disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
joeldo disse...

Mari,

Lindo comentário. Obrigado.

Quanto ao seu e-mail, diminuí a fonte do corpo do poema [o interlúdio já estava em fontes pequenas.]

Se alguém detectar problemas de estética no monitor de vocês, não se acanhem em me enviar um e-mail: joeldo@gmail.com

Beijos
Joeldo

Mari Amorim disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Katia Cristina disse...

Olá,
Ao ler seu poema me lembrei de palavras de alguém que fez a diferença pra humanidade:
"Já fiz coisas por impulso,
Já me decepcionei com pessoas,
quando nunca pensei em me decepcionar.
Mas também decepcionei alguém.
Já abracei pra proteger,
Já dei risada quando não podia.
Já fiz amigos eternos,
Já amei e fui amado, mas também já fui rejeitado.
Já fui amado e não soube amar.
Já gritei e pulei de tanta felicidade,
já vivi de amor e fiz juras eternas, mas "quebrei a cara " muitas vezes!
Já chorei ouvindo música ou vendo fotos,
Já liguei só para escutar uma voz,
Já me apaixonei por um sorriso.
Já pensei que fosse morrer de tanta saudade e...
...tive medo de perder alguém especial (e acabei perdendo)
mas sobrevivi.
e ainda vivo!
Não passo pela vida...
e você também não deveria passar. Viva!!!
Bom mesmo é ir a luta com determinação, abraçar a vida e viver com paixão,
perder com classe e vencer com ousadia, porque o mundo pertence a quem se atreve, e a VIDA É MUITO para ser insignificante.
(Vida - Charles Chapplin)

Beijos com carinho.

Katia Cristina

Angelica Amorim disse...

Meu papi,poeta
Há sempre uma melodia que não foi composta.
Há sempre um andamento que falhamos.
O solfejo da vida é tocado por uma orquestra que construimos.
muitos beijinhos ,de foca!
Gékila

BLOG DA DESIRRÊ POESIAS disse...

QUERIDO AMIGO , FIQUEI TRISTE AO LER ESTE SEU POEMA ,MAS, RESPEITO O SEU MOMENTO.

Embora não podemos voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um
pode começar agora e fazer um novo fim!!!
Com carinho...
A IMPORTANCIA DE SERMOS HONESTOS E SINCEROS É QUE DEUS NOS RECOMPENSA E MUITO POR ISSO............DEUS É FIEL EM NOSSAS VIDAS SEMPRE. BJS
Tania Zotto

aminhadocepink disse...

Um poema desse, justamente qdo bate a saudade de bons momentos, só posso cantar esta música.

Don't wish it away
Don't look at it like it's forever
Between you and me I could honestly say
That things can only get better
And while I'm away
Dust out the demons inside
And it won't be long before you and me run
To the place in our hearts where we hide
And I guess that's why they call it the blues
Time on my hands could be time spent with you
Laughing like children, living like lovers
Rolling like thunder under the covers
And I guess that's why they call it the blues
Just stare into space
Picture my face in your hands
Live for each second without hesitation
And never forget I'm your man(woman)
Wait on me girl (man)
Cry in the night if it helps
But more than ever I simply love you
More than I love life itself
And I guess that's why they call it the blues
Time on my hands could be time spent with you
Laughing like children, living like lovers
Rolling like thunder under the covers
And I guess that's why they call it the blues
Wait on me girl (man)
Cry in the night if it helps
But more than ever I simply love you
More than I love life itself
And I guess that's why they call it the blues
Time on my hands could be time spent with you
Laughing like children, living like lovers
Rolling like thunder under the covers
And I guess that's why they call it the blues
And I guess that's why they call it the blues
And I guess that's why they call it the blues

Cantei igual ao Elton???
beijos encantados como os trocados na paisagem ao lado da CERCA.

BLOG DA DESIRRÊ POESIAS disse...

SIGA EM FRENTE!

O espírito de determinação dará a você a convicção de propósito para seguir em frente, a despeito dos obstáculos que irão surgir diante de você. Denis Waitley

Uma das mais ricas e preciosas lições a aprender nesta vida é a de não desistir. Na realidade uma pessoa extraordinária nada mais é do que uma pessoa ordinária, mas com uma extraordinária determinação. Infelizmente são muitas as pessoas que desistem justamente quando se encontram bem próximas da concretização do seu sonho.

Sem dúvida nenhuma não é nada fácil manter-se firme em relação a algo quando os obstáculos se acumulam, fazendo com que as coisas fiquem tremendamente difíceis, e conseqüentemente o caminho mais fácil termina por ser o da desistência. Entretanto, quando você estiver prestes a desistir, faça a si mesmo a seguinte pergunta: “Por que razão, afinal, quero desistir?” Freqüentemente a razão de desistirmos está no fato de serem nossos alvos confusos, a ponto de nem sequer sabermos o que realmente queremos num determinado estágio do projeto.

É necessário que você se lembre de que quando você sabe o que realmente quer, até mesmo o universo conspira em seu favor. Se você não está realmente definido em sua mente e em seu coração a respeito daquilo que você deseja, a coisa mais sábia a fazer é buscar a direção de Deus. Desistir é sempre uma opção. A pergunta, porém, que pedirá de você uma resposta é esta: “Se eu não seguir em frente, será que um dia vou me arrepender de haver desistido?”
BEIJOS COM CARINHO
TANIA ZOTTO

Felino da Madrugada disse...

Inexplicavelmente lindo!

grande abraço!

FILHOS DA PUC disse...

Poema perfeito
E de uma sensilibilidade ...
Falta-me palavras para comentar!
Boa semana.
Beijos.
Vera Lúcia

Maria Helena disse...

És Poeta que semeia sonhos com as tuas palavras.
Tenha uma semana iluminada.
bjs!

GREG disse...

mais uma vez:
que lindo poema=)

adoro a forma como as palavras se encontram=)

Abraços,
greg

MAGALI disse...

como sempre mais um lindo poema...
Parabéns.
Bjs!
Maga

DOWNLOAD disse...

De que modo viver a vida? Tenho sempre esta pergunta em minha razão...
Seria mais correto vivê-la nos trilhos? Seria mais emocionante estar na contra mão?
Nunca saberei...
Um abraço
Cy.Kolesnikovas

Luciana Ximenez disse...

Semeias sonhos como estrelas no espaço....

lindo!
bjs

joeldo disse...

Mari,

Fico feliz que tenha conseguido lê-lo e apreciá-lo. Dei mais uma alterada na fonte, espero não ter prejudicado novamente a visualização.
Beijos

Joeldo

Katia,

Obrigado pelas belas palavras do gênio Chaplin.

Mas todos nós fazemos diferença para a Humanidade.

Beijos
Joeldo

Angelica,

O presente foi feito para ser aproveitado. É a única oportunidade que temos de modificar o nosso futuro.
Beijos c/carinho
Joeldo

Tania,

Não fique triste. o poema não é triste, tampouco foi feito em algum momento triste. Apenas encerra uma verdade.

Não somos nada, se nos compararmos ao Universo que nos abriga e o Criador que nos gerou. E o presente é uma barca solitária, em que navegam nossos pensamentos, desejos e sentidos. Essa barca corta com seu casco o mar do tempo, dividindo-o entre passado e futuro.

É uma maneira de ler Instante de Realidade.

Beijos
Joeldo

Lisete,

Obrigado por transcrever a linda canção do Elton [que tantas vezes já cantei, igualzinho a ele é claro]

Beijos no coração
Joeldo

Michel,
Obrigado pela leitura e pelo coração aberto na apreciação do texto.
Abraços
Joeldo

Vera,
Sensibilidade tem quem o lê, transcrevendo as idéias no canvas da emoção.
Beijos
Joeldo

Maria Helena
Com nossas palavras semeamos sonhos, e principalmente uma nova realidade para todos nós. Obrigado pelo olhar sempre atento.
Abraços,
Joeldo

Greg,
As palavras conseguem ser poesia quando se encontram dentro do coração do leitor. Obrigado pela apreciação.
Abraços,
Joeldo

Magali,
Obrigado por encontrar beleza onde só deixei verdade. A beleza do que viu em sua leitura está, de fato, dentro de você.
Beijos
Joeldo

Download,
Talvez estejam certas as palavras do mestre Fernando Pessoa, assim navegar é preciso, viver não é preciso.
Abraços,
Joeldo

Luciana,
A semente são as palavras, os sonhos estão no coração. Agradeço o carinho e a leitura.
Beijos
Joeldo

Rebecca Orwell disse...

Sorriso maroto de felicidade ao alcançar tuas palavras, tão bem escritas aqui!
Toda realidade é efêmera, todo tempo é irreal, a relatividade é inexoravelmente relativa.
Beijo-te com o carinho da amiga de sempre e sempre.

fred disse...

Onde estou é zênite, cimo, e vórtice
E pouco importa a direção a tomar
Um lado é sempre o escuro do que houve
O outro é a escuridão do que haverá.


Perfeito, meu amigo.
Ótimo poema.
Grande abraço.

joeldo disse...

Amiga Rebecca,

Suas palavras aqui são o bálsamo em que a poesia se abriga e sobrevive.

Vindas de você, encerram um significado muito especial pra mim, assim como você é especial.

Beijos


Amigo Fred,

O comentário do magnífico Poeta que és, me dá forças para continuar a escrever.

Isso aí é coisa antiga, como sabes. Coisas novas surgirão, como têm surgido. Espero que estejam à altura da tua sublime leitura.

Abraços
Joeldo